Juliana Ladeira - Facebook.

Curta a página deste artigo e saiba quando o livro inspirado - POR QUE MAINHA MORREU -  será publicado: 

Um abraço de mãe é: confortável, indispensável, um belo refúgio e verdadeiro;
Uma palavra de mãe é: suficiente, eficiente, sempre certa, dita na hora certa, também confortável e indispensável;
A cama de mãe é: onde estão os lençóis mais cheirosos, onde você pega no sono assim que se deita, a mais aconchegante dentre todas as que existem... mesmo que tenha um colchão de tábua é sempre a melhor, uma vez que o conforto não está na forma, mas sim, no cheiro;
Amor de mãe é: verdadeiro.

Dá para imaginar viver sem tudo isso?

Imagine como seria deitar na cama e não mais sentir o cheiro recente dela. Imagine precisar de uma palavra de conforto, porém, receber apenas palavras indiferentes. Imagine querer um lugar para se abrigar, e até  encontrar um abrigo, mas ninguém que te abrigue.

Quando se perde uma mãe, não só se perde uma mãe; se perde o único abraço verdadeiro. Possa ser que existam outros abraços (abraços de outros) assim, mas, você nunca terá a certeza de que os outros são verdadeiros tanto quanto. Você fica sem saber a quem pedir conselhos ou de quem aceitar, pois, o conselho de mãe é sempre dado para que você não erre ou não cometa o mesmo erro, é para que você seja alguém na vida; já os outros conselhos (conselhos de outros) você também não tem como saber se são verdadeiros ou bem intencionados tanto quanto.
Quando se perde uma mãe, aquela cama já não é mais a mesma. Não mais lhe trás sono, apenas saudades. Na gramática da vida de quem perde a mãe, o termo (status) órfão é sinônimo de perdido.
Quando se perde a mãe, se descobre que o melhor despertador não é aquele em que se ajusta a hora e se houve um trililim, mas sim, aquele que diz "acorda menino, é hora de levantar!"

E quem faz as "coisas" com um único objetivo: dar orgulho?

Imagine: Você conclui os estudos, entra na faculdade/universidade, tudo para ser aquilo que sua mãe sempre quis que você fosse; médico, professor, engenheiro... Alguém na vida, com um futuro que não seja tão incerto. De repente, sua mãe se vai para todo o sempre. A quem dar orgulho? A quem dizer “eu não disse que eu iria conseguir?!” E pior ainda... de quem você irá ouvir: “eu sabia que você iria conseguir!”. Depois que se perde a mãe, o jeito é acreditar que ela está vendo tudo “lá de cima” e, mesmo não estando ao nosso lado, sentirá orgulho do mesmo jeito; do contrário, nada iremos fazer já que a mulher à qual queríamos dar orgulho já não está mais entre nós.

Muitos filhos aprendem a valorizar as suas mães só depois que as perdem. É quando a vontade de querer voltar no tempo para fazer tudo diferente aparece. Sabe aquele filho que bateu o pé e fez cara feia quando sua mãe pediu para que fosse à venda da esquina comprar algo? Então... Esse filho, hoje sem mãe, daria tudo para que ela estivesse aqui, nem que pra isso ele tivesse que ir para o outro lado do mundo comprar aquilo que ela pediu certa vez. Cara feia? Não! Jamais! Ele nem esperaria ela pedir. Se antes era ela quem vivia no pé dele para que ele fizesse alguns favores para ela, hoje seria ele quem viveria no pé dela perguntando o tempo todo se ela estaria precisando de algum favor.

Os filhos que ainda tem a sorte de terem suas mães por perto não tem noção da raiva que os filhos que já perderam as suas sentem ao vê-los batendo o pé, fazendo cara feia, resmungando, respondendo a altura tentando se igualar, rejeitando conselhos dados por elas, rejeitando carinhos em vez de recebê-los e retribuí-los, etc. Nossa... Se os filhos que ainda tem suas mães soubessem a falta que faz aqueles beijos na bochecha que elas adoram dar em público e que eles consideram vergonhosos... Se soubessem, valorizariam mais. BEM MAIS! DEMAIS ATÉ!!! Enquanto muitos reclamam o fato de suas mães sempre marcarem presença em horas impróprias, como encontros de amigos, por exemplo, os filhos que já perderam imploram para vê-las ao menos em sonhos; reclamam com a morte por ter sido audaciosa ao deixá-los sem elas. Vivem fazendo perguntas e nunca obtêm respostas. A mais freqüente é; “porquê a tiraram de mim?”. Algumas outras são:

Por que ele que não dá valor a mãe, ainda tem mãe e eu não tenho?
Por que sinto inveja quando vejo uma mãe abraçando um filho?
Por que sinto raiva quando vejo um filho rejeitando o carinho da mãe?
Por que Deus não adiou a passagem dela? Dessa forma ela se orgulharia de mim por ter me visto terminar os estudos, me formar, construir uma família...
Por que ela se foi há anos, mas ainda sinto como se tivesse sido ontem?

Há filhos que perderam suas mães há um ano, cinco, dez, trinta, mas, a vontade de reencontrá-las é a mesma de sempre, senão maior. A durabilidade da tristeza que sentem é proporcional ao tempo em que elas se foram, senão mais.

Todos os filhos que já perderam suas mães aconselham:

. Não espere ela pedir, ofereça antes;
. Não reclame, apenas abaixe a cabeça, pois ela sempre está com a razão. Pode até ser que não, mas... você é inferior. Se ela diz que está, então você está. Não espere que ela se vá para todo o sempre para aceitar isso;
. Não duvide. Vindo dela, ou é a mais pura verdade, ou uma mentira protetora;
. Não bata o pé;
. Não rejeite a presença de sua mãe, pois nada nem ninguém irá compensar a ausência;
. Não seja impaciente com os momentos depressivos dela. Tente ser, além de filho, amigo;
. Nunca pense que os favores que são pedidos por ela têm como objetivo te fazer de escravo “só pelo fato de ela ter te posto no mundo”. Você tem uma dívida com sua mãe no valor de R$ ser 1 bom filho;
. Reconheça cada minuto de sacrifício que ela passa visando o seu melhor. Aprenda a agradecer!



Vale frisar: Não faça como muitos que só aprenderam a dar valor depois que perderam. Não entre nesse time, é triste demais! Faça muito por ela e, quando/se você perdê-la, verá que poderia fazer ainda mais.

Não tenho filho, mas tenho certeza de que não há felicidade maior para uma mãe do que saber que é amada. Felicidade pra ela, nenhum esforço pra você! Portanto, se você tem a sorte de ter sua mãe ao lado, desfrute ao máximo! É por tempo limitado.

VOZ DA EXPERIÊNCIA!
Rezo para ver Yara Ladeira ao menos em sonhos, mas isso raramente acontece e, quando acontece, eu não sinto o cheiro e não ouço a mesma voz. No entanto, obtenho a certeza de que de algum modo ela continua comigo. Transformou-se em meu anjo-da-guarda e em minha maior razão para dormir!
***********

Todos os dias este artigo é lido por mais de trezentas pessoas. Espero que de alguma maneira eu esteja fazendo por muitas mães o que eu gostaria de fazer pela minha.

Em breve estarei lançando o livro: Por que mainha morreu? pela editora Três Reis. Um drama que relata a trajetória de um pré-adolescente em busca de respostas que o convençam a aceitar a a morte de sua mãe. Situações reais! Caso tenha interesse, envie um e-mail para julianaladeira1@hotmail.com para ser avisado do lançamento.

63 Comments:

  1. Robsom (exportado) said...
    Juliana, o natal está chegando ...
    Perdi minha mãe dia 08/10, um dia após o meu aniversário. E este será o primeiro natal sem ela. Realmente parece que a saudade só aumenta. Queria sentir uma saudade feliz. Também tive a melhor mãe do mundo, não só para mim, mas para os que estavam ao seu redor. Sei que ela está no céu, mas como sentir isto?!
    Também sou de Recife, éramos muito próximos, mas desde que me casei, me destanciei um pouco. Hoje penso nos passeios que poderia ter compartilhado com ela, nas ligações telefônicas que poderia ter dado. A grande graça que tenho é Deus ter me deixado 2 lindas filhas, por elas irei enfrentar o Natal, mas não é essa a minha vontade. Obrigado por seu texto, obrigado por partilhar seus sentimentos. Vou rezar mais, tenho certeza que estando perto de Deus, estarei bem melhor e inclusive estarei também perto de minha mãe.
    Abração,
    Soraia (exportado) said...
    Comentário: eu perdi a minha mae no dia 21/05/09 a 6 meses venho sentindo uma dor que parece que nao vai ter fim, hoje vejo o quanto ela era importamte na minha vida só que agora é tarde para reconhecer isso, por isso que todos dizem nao espere perder pra dar valor dai vai ser tarde demais e eu sou prova viva, nao dei valor na hora certa e agora estou pagando um preço muito alto por isso.
    Márcia (exportado) said...
    tive minha mãe ate o dia 20-04-09, é cruel a saudade, o que me conforta é que sempre fomos amigonas mesmo, e sei que onde ela estiver estara sempre me guiando, amarei eternamente, um dia te encontro mãezinha.
    Daniel Carneiro (exportado) said...
    Juliana, queria antes de mais nada te pedir desculpas, não quis te ofender, e acabei me expressando equivocadamente.
    Atualmente, o que mais me dói na realidade, é ver que minhas filha não possuem o referencial MÃE, a minha filinha menor, quando a mãe faleceu de forma abrupta em consequencia de um ataque cardíaco , com somente 30 anos , logo após terminarmos de jantar em meus braços, sem nenhum histórico relacionado, tinha apenas 1 ano e 5 meses, e a mais velha, 11 anos. Foi tudo muito duro e cruel. Venci, mas hoje sofro muito mais por elas do que por mim, e sei que essa perda, elas vão carregar pelo resto da vida. Acredito muito em Deus, e sei que ele da sua forma perfeita, acalenta um pouco o coração delas. Enfim, peço mais uma vez desculpas por tudo e de uma forma ou de outra aos leitores daqui por meu jeito grosseiro de expressar os sentimentos. Beijo grande em seu coração. Felicidades. Daniel
    Renato Takeya (exportado) said...
    Ah, eu também me emocionei com o seu texto.
    Pena que eu também dei valor tarde demais. Sim, você dá valor em vida, mas quando ela se vai, sempre aparece aquele pensamento: eu podia ter feito mais.
    Não é rancor no coração. Saiba que isso é exatamente o que nós, filhos, sentimos. Apoio é sempre importante, mas o mais importante é o tempo.
    Ana Adnreia Gadelha (exportado) said...
    Fui filha da MELHOR MÃE DO MUNDO!!!!! ME emocionei com o seu texto. Verdade o que você escreveu. Eu tive a sorte de ter minha MÃE sempre comigo, mesmo quando me casei ela foi morar comigo. Hoje infelizmente nao a tenho mais comigo. Mas perto dela partir, ouvi de sua boca uma frase que nunca esqueci: "Filha como você é boa" Isso me conforta em saber que fui boa filha. Mas sempre penso que fiquei devendo algo mais. Aquele algo mais que so nossas MÃES são capazes de nos dar. Mas, o tempo que passamos juntas foram os melhores anos de minha vida. Lindo seu texto. Quero agradecer tê-lo escrito. Todos os filhos deveriam lê-lo. Parabéns!!
    Cleide Alves Bernal Yamamoto said...
    Juliana, a sua mensagem emociona e alerta a muitos, são tantas vezes que não damos valor de termos ao nosso lado a quem amamos. Parabéns pelo texto! beijo, Cleide
    Clébia (exportado) said...
    Nossa... Muito linda sua mensagem. Estava procurando uma mensagem para o meu filho e me deparei com essa lição de vida. Com certeza ele vai ler.E eu com certeza vou olhar com mais ternura para mina Mãe. Parabéns!!!
    Luzia (exportado RL) said...
    Oi Juliana dei o texto para os meus dois filhos ler e realmente foi como uma lição de vida pois apos ler o menor chegou a chorar e os dois disserão que me ama muito obrigada pela lição de vida Luzia SP
    Anônimo said...
    Recebi seu e-mail e realmente, este está diferente do outro e posso dizer que ambos são belos, a diferença é que o outro torna-se mais triste pelas coisas que você presenciou e citou. Vou ajudá-la nessa luta, amiga. Grande abraço, Maurilio B. Chagas
    Luiz Otávio said...
    Perdi a minha com 8, hoje tenho 34, nem cheguei a conhecer tanto mas, tenho boas e vagas recordações. Gostaria muito, muito mesmo de ter-la. Lembro que assim que eu a perdi eu perguntava ao meu se um dia ela iria voltar ou se um dia eu iria ter outra mãe, pois eu achava que era impossível alguém não ter mãe. Não é impossível, mas é inaceitável. Belo texto!
    adrianamoreninha156 said...
    tenho tres filhos duas meninas eum menino e os amos por igual o menino foi o primeiro o qual mudou aminha vida tudo o que fiz e faço para ve-lo feliz abrir mao da minha felicidade por ele ele e o meu moir tesouro em esmo assim ele me despresa queria muito ser amada pelo meu filho mais... sei que um dia ele vai se da conta evai perceber o quanto eu o amo hoje ele tem 15 anos deve ser fazes da adolecencia talvez la no fundo ele gosta de mim so nao sabe demostrar.
    Anônimo said...
    Concordo com absolutamente tudo que está nesse texto. Sinto o mesmo e sei que dói demais não ter mais aquela pessoa tão doce ao meu lado, sempre disposta a ajudar, a aconselhar, a dar carinho. Por isso digo aos meus amigos para tratarem melhor suas mães e valorizarem os momentos que têm juntos, pois sentirão falta disso e se arrependerão de cada grito ou grosseria que fizerem com ela mais tarde.
    rose said...
    oi Juliana seu texto é a realidade de muitos e faço parte desse grupo , não existe nenhuma palavra escrita que não seja verdadeira .Obrigado pelo texto..bjs e fique com deus......
    Anônimo said...
    tambem perdi minha mae ja faz quatro anos.Parece qui perdemos um pedaço da gente.a vida fica tao vazia ,mas só deus ki sabe o que faz ,se ele acha ki tinha que ser assim quem somos nós pra dizer algo?
    mas a vida continua temos que aceitar as perdas e seguir em frente.L C B F
    Jéssica said...
    Descobrir que Minha Mãe tava Doente 9 dias depois do nascimento da minha Filha. Do Dia 12/10/10 pior momento Alegria e Tristeza, O médico falou que Tinha pouco tempo de Vida que não passava de 1 ano.
    Quando foi dia 20/02/11 minha mãe morreu foi momento que perdi minha amiga.
    Até hoje Sinto sua Falta.
    Tem aquele Ditado; Depois que perdir da valor.
    Aonde ela tiver saiba que Te Amo Minha Grande Amiga Mãe.
    Anônimo said...
    guardei algumas roupas de minha mãe dentro de saco plástico, com a esperança de aprisionar seu cheiro. Quando fez um ano, eu o abri e senti seu cheiro. Fechei os olhos, mas faltou o "abraço", o toque. Me sinto só. Tenho outros amores tão grandes e importantes quanto. Mas....
    Anônimo said...
    HOJE FAZ 30 DIAS...E ELA ESTAVA EM MARINGÁ NO PARANÁ, QUANDO EU SOUBE DE SUA SAÚDE FRÁGIL EU CORRI, MAS O TEMPO NÃO ME AJUDOU E EU NÃO CONSEGUI ALCANÇA-LA, MEU DEUS QUANTA DOR!!!!JÁ FAZ DIAS E A DOR NÃO PASSA, PERDI O RUMO E ME SINTO ESTRANHA, OS DIAS PASSAM VAZIOS E EU LUTO PRA CONSEGUIR VIVER, É UMA SOLIDÃO IMENSA, PROCURO NA INTERNET UM LUGAR PRA FALAR DA MINHA DOR, PORQUE AS PESSOAS A MINHA VOLTA CONTINUAM SUAS VIDAS, E AMINHA EXISTÊNCIA SE IRRITA PORQUE NÃO QUER QUE O MUNDO CONTINUE GIRANDO, AGORA QUE FALTA O CHÃO SOB OS MEUS PÉS, SINTO VONTADE DE CHORAR, CHORAR E CHORAR, E POR MAIS QUE EU CHORE NÃO SE ACABAM AS LÁGRIMAS, ONTEM ENCONTREI FIOS DE CABELO EM SUA BLUSA QUE GUARDEI DE LEMBRANÇA, COMO VALE TANTO SEUS FIOS DE CABELO PRA QUEM NÃO TEM MAIS NEM A VONTADE DE VIVER!!! POR AGORA VOU SEGUIR CHORANDO, TENTANDO RESPIRAR, AS VEZES SINTO A RESPIRAÇÃO DIFÍCIL, PRINCIPALMENTE QUANDO LEMBRO AQUELE FATIDICO DIA, MINHA MÃE LUIZA, TE AMO MUITO, AS VEZES FICO HORAS IMAGINANDO SE ME ENXERGA...SE ME OUVE...SE PUDER ME AJUDE A CONTINUAR VIVENDO, NESSA VIDA EU NÃO PUDE RETRIBUIR A GRANDEZA DO SEU CORAÇÃO, MAS PEÇO A TODA HORA PARA DEUS QUE POSSUI A VERDADEIRA RIQUEZA, TE RECOMPENSAR POR TUDO QUE FIZESTE POR MIM. TE AMO. eliva_soleil@hotmail.com
    Felipe_DaSilva said...
    Diz exatamente a verdade aí, mas no meu caso aconteceu um pouco diferente, pois eu não cheguei a ter a oportunidade de cumprir uma promessa que fiz à minha Querida Mãe de dá-la uma vida melhor... Perdi ela no dia 22 de agosto de 2012, não faz nem 2 meses... tenho 18 anos e não sei o que fazer pois não vejo felicidade na minha vida. Será que algum dia darei um sorriso sincero outra vez?
    André Furtado said...
    Perdi minha mãe dia 4 / 11 / 2012 , tenho 14 anos , aconselho a voce que tem sua mãe do lado para que der muito carinho a ela , minha mãe partiu de repente , ela tava boa , de repente ela foi pro hospital e morreu , nunca se sabe quando sua mãe morrera , então der valor a ela ..
    Glaucia Tomaz said...
    Boa noite a todos,
    Bom este boa noite é cordialmente a maneira de comprimentarmos pessoas que n~~ao conhecemos ou para nos mostrarmos educados, mas recentementa as noites estão me deixando muito vazia triste sem sono meloncolicas em fim sem sentido, noite dia tudo se resume assim:
    tristeza, dor, saudade falta... não tenho palavras, perdi minha mãezinha querida está com dez dias hoje, dizem q com o tempo a dor vai amenizando.... sei dizer que está dor acada hora sem ela está crescendo.
    Glaucia Tomaz said...
    Boa noite a todos,
    Bom este boa noite é cordialmente a maneira de comprimentarmos pessoas que n~~ao conhecemos ou para nos mostrarmos educados, mas recentementa as noites estão me deixando muito vazia triste sem sono meloncolicas em fim sem sentido, noite dia tudo se resume assim:
    tristeza, dor, saudade falta... não tenho palavras, perdi minha mãezinha querida está com dez dias hoje, dizem q com o tempo a dor vai amenizando.... sei dizer que está dor acada hora sem ela está crescendo.
    alex said...
    Minha mãe se foi dia 31.10. Hoje faz um mês. Dói? Tanto que não há choro nem palavras que dão conta... ela tinha só 60 anos.

    Mas eu vou ficar em pé ! Vou ser feliz (depois, porque agora eu não consigo). Vou realizar meu sonhos. Vou sorrir ... Por quê? Porque é isso que ela iria querer.

    A saudade me acomanhará pela vida toda... mas há de ser leve. Como o espírito dessa mulher maravilhosa de quem eu tive a sorte de ter nascido. Te amo dona Aide. Hoje e Sempre
    Anônimo said...
    bem realidade msmo mãe faz uma falta danada já vai fazer 6 anos q não tenho minha mãe aqui comigo e a saudade é imensa a dor da perda é um vazio imenso só quem ja perdeu pra saber como é...
    GECÍLIA MILAN said...
    Oi Juliana, adorei o seu texto e a mais pura realidade. Hoje está fazendo 17 anos que a minha MÃE partiu para junto de DEUS. Gostaria de saber se posso postar o seu texto no meu Face. Se sim me mande a confirmação via Email: gatcesaude@gmail.com
    Anônimo said...
    Vendo o depoimento do Felipe_Da Silva, te digo que vai demorar um pouco, esquecer jamais mais um alivio terá esse alivio tu encontrarás em Deus que conforta a todos, perdi minha maezinha dia 06/03/2012 e sei a dor da perda, tenha fé faça tudo que ela gostaria que voce fosse não o decepcione pense que ela estará sempre perto de ti, seja um homem sincero,integro que com certeza ela estará muito feliz de ter tido um filho maravilhoso.
    Ana Claudia said...
    Sabe eu perdi minha mãe quando tinha 4 meses, ela morreu assasinada, faz 15 anos qe me vejo sem chão, faz 15 anos que me pergunto como seria se ela tivesse aqui, faz 15 anos que imploro pra Deus pra pelo menos poder sonhar com ela, eu realmente daria tudo pra ter ela, e eu seei o qe é sentir tudo o que você disse ae. Mas enfim parabéns pelo texto, me emocionei muito!
    Pris Ramos said...
    Hoje fazem 5 dias que perdi minha mãezinha, ela se foi no dia 02/02/2013 com apenas 58 anos por complicações de diabetes. Não consigo acreditar que nunca mais irei vê-la, que nunca mais terei para quem ligar durante o dia e perguntar oq ela está fazendo?? às vezes acho q vou acordar amanhã e ela estará aqui e que tudo passou de um sonho ruim. às vezes acho q fracassei pois a levei ao hospital andando e falando e disse: Mãe não fique nervosa, vai dar tudo certo!! Mais não deu!! Será que um dia essa dor vai passar??? será que um dia vou conseguir entender que essa é a lei da vida e que a vontade de Deus foi feita. Além de ser minha mãe e amiga era uma mãe para meus filhos. Meu filho de 3 anos me pediu para eu comprar outra vovó para ele e ainda me disse num dia de chuva: Tadinha de Vovó ela está se molhando pq está com Papai do Céu lá em cima e está chuvendo! É muito desesperador para nós que sempre tivemos uma mãe que fazia tudo por nós de uma hora pra outra não termos mais. Quem sabe um dia eu encontre as respotas para minhas perguntas, por hora vou com minha dor e minha saudade que parece não ter fim! Obrigado a bela mensagem Juliana!!
    larissa said...
    tenho 14 anos e perdi minha mãe dia 21/02/2013 não fás nem 1 semana que ela se foi e a dor se torna maior por que eu nunca me aprocimei muito dela meu pai não me deixava ter contato com ela sempre senti falta de ter uma mãe pra dar conselhos sempre tive inveja das pessoas que tinham uma mãe do lado a exatamente um ano atrais eu senti que precisava dela queria ser como as outras pessoas da minha idade, queria ter uma mãe e fugi de casa pra morar com ela e isso ocorreu agora eu imagino que sempre senti a falta da minha mãe ela nunca deu muita atenção pra mim por causa de minha irmã de 9 anos e um bebe de 1 ano e 6 meses mesmo não dando atenção pra mim ela estava aqui do meu lado me ouvia e a dor é insuportavel, não consigo dar um passo ao saber que aquela mulher que eu sentia tanta vontade de abrasar não vai estar mais aqui. O que mais me corroi por dentro é saber que nunca dei um abraso nunca ouvi e nunca pudi dizer te amo pq o tempo que nós passamos juntas não foi suficiente pra poder nós acostumar como mãe e filha o pior é saber que aquele carinho que um dia todos receberão eu não recebi e nunca vou receber aquele apoio na carreira proficional eu nunca vou ter. Me imagino sozinha no mundo sem apoio sem uma pessoa pra desabafar...
    Anônimo said...
    Perdi minha mâe a pouco mais de 2 anos.... ela sempre foi doente (problemas renais e outras complicações)... Eu tinha 16 anos, trabalhava durante o dia e estudava a noite... só chegava em casa durante a noite, após a aula, e as vezes (geralmente quando estava desanimado) ela me esperava, fazia café, e ficavamos conversando.... ela faleceu devido a um AVC... me senti o pior dos lixos... sempre me senti culpado por nunca ter como ajuda-la.... sempre estava fora do meu alcance.... cansei de ve-la sofrer sem poder ajudar.... cansei de ve-la numa cama, sofrendo.... mas ela nunca desistia... ela sempre lutou contra tudo e contra todos... e tudo isso por mim e meu irmão.... quando a perdi, a vida tornou-se vazia.... nada mais fazia sentido.... eu sempre tentei deixa-la orgulhosa... sempre me esforcei nos estudos, nunca bebi e/ou usei drogas de nenhum tipo.... tudo pareceu tao... inutil.... eu me sentia inutil... é muito estranho.... tantos sentimentos estranhos tomam conta.... remorso, culpa, saudade, raiva.... o ultimo especialmente... há dias em que olho para o mundo e pergunto "por que o mundo é tão injusto? por que nao temos todos as mesmas condições?" por outras vezes apenas desejo vingança.. por tudo que causaram a ela.. Atualmente estou estudando em uma faculdade federal... ela sempre quis que eu fosse alguem... que eu fosse alem.... Acho q nunca irei me recuperar desta perda... a unica motivação q tenho é ela... não tenho fé em nenhuma religião.... apenas acredito q um dia verei ela novamente....
    Juliana Ladeira said...
    Todos nós temos algo em comum; perdemos e sentimos falta. Muita falta! O meu objetivo ao elaborar esta mensagem foi, também, alcançar pessoas que ainda tem suas mães e não dão nenhum valor a esse privilégio.

    A mãe do Felipe da Silva faleceu no dia do meu aniversário. Lamento muito! Espero que a certeza de que agora ela está ao lado de Deus possa confortá-lo.

    Algo que muitos mencionaram, mas eu não, foi a idade em que minha mãe partiu. Ela tinha, APENAS, 45 anos quando o câncer apareceu em sua mama esquerda, e aos 47 Deus lhe deu descanso.
    Anônimo said...
    oi, sou a Geisse Kelly, tenho tenho 16 anos e há 8 anos e 5 meses estou ausente de minha mãe...
    Tinha apenas 8 anos quando minha mãe faleceu, ficamos apenas eu, 2 irmãs e meu pai.. Minha mãe faleceu,ela tinha 35 anos, vitima de problemas cardíacos. Lembro-me de que ela fumava muito, eu vivia dizendo que aquilo fazia mal á ela, mas como sempre ela não me escutava..
    Hoje vendo meu sofrimento, e há certos(as) filhos(as) que nem dizem um EU TE AMO MÃE, mas juro que quando essa mãe partir, o(a) filho(a)vai dizer: COMO EU AMAVA MINHA MÃE.. Mas se dava a favor de dizer á ela o que sentia..
    aniversários, natais, ano novo...São datas que a ausência dela nos surpreende....Mas enfim, Deus não me tirou ela, apenas a levou para que ela descanssasse em paz, a livrou de um enorme sofrimento... UM BEIJO PARA A MÃE MAIS GUERREIRA DO MUNDO...=)
    Keel Campos said...
    Perdi minha mãe dia 05/03/13, fikei essas semanas sem nem ao menos ter animo para acessar a internet, minha vida parou... Alias q vida, agora sem ela? (me pergunto) Aos 61 anos, a diabetes a levou... minha amiga, meu apoio, o pilar da minha existência... Fico me perguntando muitas coisas, me culpando por minha impotência diante da doença dela q a levou de forma abrupta em menos de 3 dias no hospital. Dizia pra ela q tudo ia dar certo, q logo estariamos em casa de volta. Mas não! Não deu tudo certo, voltei pra casa sozinha, desorientada me perguntando o q fazer diante dakelas paredes vazias... Nos primeiros dias me revoltei contra o meu Deus. Que Deus eh esse q dizem q me dara forças, se foi o mesmo q me tirou a pessoa mais importante, a pessoa q era um pedaço de mim? (ou eu dela) Ja não tenho pai, avó, e agora levaste minha mae me deixando ainda, alem do meu filho uma irma adolescente pra cuidar, educar e orientar... Me senti solta no mundo... Sem asas nas quais eu poderia me esconder dos meus medos. Agora a kem vou recorrer qdo chegarem os medos? Agora eu q terei q abrir minhas asas para os que ficaram... eu achava q não estava preparada pra isso, ou não keria estar...Ai parei por um instante de sanidade e deixei meu egoismo de lado, enxerguei q para ela foi melhor assim... Só q isso não diminuiu a dor e nem me tirou do "buraco escuro", sem chão onde eu estava, ou estou ainda. Tem horas q parece q ja sai dele, horas q parece q caiu mais fundo nele... Ainda me sinto assim nessa confusão de sentimentos sem respostas. Procuro pensar, q Deus sabe o q faz... e q minha fé seja forte, pq nesses momentos se não tivermos fé não temos absolutamente nada! Indago o sentido da vida o tempo todo, mas concluo sempre que nem tudo na vida tem explicações paupaveis... A unica certeza q tenho eh a vida continua a cada dia em q abro meus olhos pela manha e q minha vida nunca mais sera a mesma, q essa lacuna nunca mais sera preenchida... Nenhuma palavra no mundo tem o poder de explicar nem expressar esse sentimento de perda!
    Me emocionei muito ao ler os comentários, e o texto eh 100% lindo e verdadeiro!
    Anônimo said...
    Perdi minha querida mãe há 15 dias atrás, dia 13/03/2013, de forma inesperada, teve que operar às pressas, não tive coragem de dizer que iria operar, para poupá-la, pois já havia me dito, que não aguentaria outra operação, ainda mais, da forma que estava, ela não havia dormido e estava com a pressão baixa, estava muito fraquinha, e 3h e meia depois, quando voltei a vê-la, estava sedada no CTI em estado muito grave, ela poderia querer me dizer algo, eu conversei com ela mas não sei se me ouviu, não podemos nos despedir, isso me dói muito, estou sentindo muita saudade e um vazio em tudo que faço, ela era a minha maior motivação para eu ir a luta, pois tinha minha mãe como exemplo de força, ela era minha guerreira que nunca se abatia com os problemas, eu sinto por não dizer que a amava mas o que me conforta, é que as minhas atitudes, meus gestos, meu olhar e meus carinhos disse isso a ela, muitas e muitas vezes, me sinto como um menino querendo ao menos ver sua mãe por mais um dia, para abraçá-la, beijá-la e dizer que a amo muito, o filme A.I. - Inteligência Artificial traduz um pouco do que sinto, cuidem bem de sua mãe pois por mais que faça por ela, sempre você vai achar que podia ter feito mais e melhor, porque mesmo todos dizendo que fui um ótimo filho, lamento ainda, que podia ter feito mais e bem melhor, Mãe te amo tanto, que não tem como dizer o quanto, fica com Deus meu eterno amor!!
    Anônimo said...
    Sem palavras! Perfeito!!Faço das suas palavras as minhas.Que deus esteja conosco!!

    mrcello said...
    PERDI MINHA MAE EM 28 07 2012 E ATE AGORA PARECE MENTIRA VI VARIAS HISTORIAS TRISTES AKI E OUDE VER O QUANTO E BOM TER UMA MAE MARAVILHOSA Q NEM EU TIVE TENHO 27 ANOS E TENHO UM CASALZINHO E ME SINTO BEM SABENDO QEL VIU OS 2 E PODE SEGURAR OS 2 OBRIGADO MAE POR SEUS ENSINAMENTOS TE AMO...
    viviane zanicheli said...
    Perdi minha rainha há 2 anos e três meses, ainda não consigo acreditar que isso aconteceu, coloquei na minha cabeça que ela foi fazer uma viajem e quando chegar a hora, nós vamos se encontrar novamente.
    Não perdi apenas uma mãe, perdi minha inspiração, minha alegria, metade de mim também se foi, pra não dizer que se foi inteira.
    Tive o privilégio de ter a melhor mãe do mundo, amiga e companheira e acima de tudo uma leoa quando se tratava dos seus 4 filhos, que hoje agradeço a Deus e ela também por ter me dado 3 irmãos maravilhosos, que eu amo de paixão.
    Enfim sei que não sou a única que sente falta dos carinhos, dos abraços apertados, das palavras de conforto, da voz que dizia "MINHA FILHA"
    Eu fiz tudo por ela, td que estava ao alcance das minhas mãos e queria fazer o que não estava também, mas não pude, pois esse amor que sinto por ela e ela por mim, não há de acabar em nada.
    Saudades da minha mãe Eva,que a guardo com carinho dentro do meu coração.....(Viviane Jundiai)
    Anônimo said...
    Oi gente, também quero deixar o meu desabafo em meio a tanta dor. Perdi minha mãe no dia 10.04.13 de infarto fulminante,hoje, 25.04 seria seu aniversário de 71 anos, e eu me casaria no dia 27.04.13.Estava tudo certo que ela me entregasse as alianças no altar. Me sinto anestesiada, já chorei, chorei e chorei, ainda estou tentando entender como minha vida mudou tanto em questão de horas. Em um momento tudo estava perfeito, momentos depois meu mundo desabou completamente e não sei como , nem se tenho forças para reergue-lo. Tenho pedido muita força pra Deus porque estou desesperada em meio a tanta dor e saudade. Pior ainda é saber que podem se passar anos, mas ela nunca mais estará ao meu lado quando eu subir no altar. Minha mãe sempre foi minha coluna, meu braço forte, meu anjo, meu tudo, e agora me sinto como se metade da minha vida tivesse ido junto com ela... só entende essa dor quem um dia já passou pela situação de perder alguém que ama. Sei que ela está em algum lugar olhando por mim, mas a saudade é enorme. Fiquem com Deus.
    Luizinhamel said...
    Perdi minha amada maezinha no dia 14/01/2013 por complicações da diabetes. Esta ausencia me sufoca,dói o peito, dói a alma. Minha mãe, minha amiga, minha conselheira.Minha alma chora, meus sonhos são dela, meu amor, minha linda. Saudades do seu cheiro, dos seus carinhos, do seu olhar, da sua alegria, do seu abraço, do seu afago, hoje o que está presente é apenas a ausencia , a ausencia de ti minha mãe. EU TE AMO MÃE, TE AMO PRA SEMPRE MINHA QUERIDA E ABENÇOADA MAEZINHA. MEUS DIAS TEM SIDO DIFICIL, MINHAS LEMBRANÇAS APERTA O PEITO E ESCORRE NOS OLHOS.
    davison barbosa said...
    perdi minha mãe 2007 de fevereiro perdi meu mundo...


    davison barbosa said...
    perdi minha mãe em fevereiro de 2007 perdi meu mundo...

    Cassio/SP said...
    Meu nomé é Cassio e hoje faz 17 dias que minha amada mãe partiu, Deus me ajudou a perceber nos ultimos anos, que eu devia conviver com ela para conseguir viver melhor o de hoje, tenho tantas lembranças boas de nossos passeios e conversas, infelizmente tb tivemos brigas e discussões, mas ela sabe que é o amor de filho, querendo cuidar da mãe amada, hoje sinto meu coração mortificado e espero conseguir superar essa dor...Que todas as mães ~que estão com Deus Pai nos ajude a superar isso. Para minha amada mãe VICENTINA que a paz eterna esteja com ela. Abs a todos.
    elen cristina said...
    perdi minha mae dia 08/12/2012 e dia 10/12/2012 seria meu niver pois nunca mais vou comemorar pois so de pensar que perdi minha maezinha me da uma dor no coraçao que ñ sei nem como estou vivendo sem ela mas onde ela estiver vai estar cuidando de mim
    ao vc Maria Ap de Matos minha eterna maezinha
    elen cristina said...
    perdi minha mae dia 08/12/2012 dois dias ante do meu niver e dsse dia em diante nunca mais vou comemorar em pensar que nunca mais vou ouvir sua voz me da um aperto no coraçao
    mas sei que esta cuidando de mim onde ela esta
    amo vc Maria Ap de Matos minha eterna maezinha
    eliana said...
    eu perdi minha mãe no dia 24 ,05.13 e uma dor sem fim estou muito perdida só fico ouvindo lede Laura de Roberto Carlos peq. assim choro principalmente pela madrugada ,éramos amigas dormíamos juntas q saudade
    Anônimo said...
    Eu perdir minha mae vespora de natal como dói lembra disso pra mim nao existe mais natal. Ali e só tristeza.
    vitor said...
    obrigado por poder ler mensagens tão sinceras e tão sentidas eu perdi minha mãe há 2 meses ela já tinha 77 anos mas custa tanto e sinto uma tristeza enorme. Não há dia nenhum que não pense nela e reze por ela.Mas por vezes a minha fé esvanece não sei se esistirá mais algo para além da vida. Obrigado a todos
    Marcela moraes LUTO ETERNO said...
    Peerfeito,fiz um video usei muitas de suas frases,pois elas descrevem msm o que sinto,tem 8 meses que a minha se foi e a cada dia é como se foi ontem..faça de suas palavras as minhas nesse blog.PERFEITO !
    Marcela moraes LUTO ETERNO said...
    Perfeito ! faça de suas palavras as minhaa,tem 8 meses que perdi a minha e ainda me sinto vazia,triste cada dia é como se fosse ontem..
    Corrinha Leite said...
    Um minuto de silencio ... pedi apenas um minuto, mas pra mim tudo emudeceu, somente a saudade consegue gritar dentro do meu coração:perdi minha amiga, minha professora, minha rainha, minha mãe!
    Guinevere said...
    Queridos Amigos,

    Aqui encontrei pessoas que conhecem a minha dor, que sabem exatamente o que significa ficar separados de nosso primeiro e exclusivo amor: nossas mães. Sou casada, teho dois filhos, amo demais minha família, contudo, não consigo manter a alegria de antes. Briguei muito com minha mãe, eram brigas por causa da dieta delaa, dos seus exercícios, do seu cabelo, das suas unhas. Eu tinha tanto medo de perdê-la que vivia controlando sua vida, e hoje, até disso eu me arrependo. Meu marido diz que se eu tivessa feito diferente também estaria arrependida. A culpa também vem do sentimento de que havia um médico novo a consultar, um remédio para tomar.... Ficamos juntas 69 anos, foi muito pouco... Muitas vezes eu dizia para ela:" Mãe quem te ama sou eu". Vivo triste afastada de minhas relações sociais e procuro conforto aqui com vocês. Obrigada fé e força a todos.
    Kamillinha said...
    Faz 5 dias que perdi minha mãe, e parece que tem um buraco no meu peito e esse texto me fez setir mais falta, mais saudade! Mãe é pra sempre Mãe!
    Luís Rodrigues said...
    Oi, Eu perdi o meu chão em julho de 1999. Gravida de 6 meses da minha primeira filha. Tudo aconteceu de repente , um infarto fulminante. Me agarrei com todas as forças naquele pequeno ser que crescia dentro de mim. Tinha 21 anos e estava na faculdade... o pior veio depois, em casa sorriso do bebe, em cada etapa da sua vida. Hoje 14 anos depois , doí ainda mais. Sinto falta de um aconchego, de um colo... Tenho agora tambem uma bebe de 16 meses. Por vezes olho para ela e penso como seria se a minha mãe aqui estivesse... Tenho imensas saudades... Li o seu texto e adorei. revivi todos os momento daquele mês de Julho....Espero que nunca perca a vontade de orgulhar sua mãe. Te desejo as maiores felicidades. Beijos
    Claudia / Portugal
    Anônimo said...
    Perdi minha mãe dia 12/06/2013. Tão jovem, cheia de sonhos, com apenas 49 anos. Ela estava bem e de repente se foi... Mais de três meses já se passaram e parece que foi ontem.A dor não passa, só aumenta. Fui pra internet procurar algo que me ajude a entender essa perda, pois vejo que o mundo ao meu redor continua prosseguindo normalmente. Só eu continuo sofrendo. Pergunto pra Deus todos os dias o que vou fazer neste mundo sem minha mãe, que era minha amiga, minha companheira, meu mundo. As vezes sinto vontade de gritar, de sair correndo...imaginar que eu nunca mais vou abraça-la, ver seu sorriso. Meu Deus, Socorro! Me ensina a viver sem ela. Tudo que eu mais queria era vê-la Feliz. Dê a ela Jesus a Felicidade que eu não fui capaz de dar. Sinto inveja quando ouço alguém pronunciar "MINHA MAE". Eles têm a maior riqueza do mundo que eu nunca mais terei... É um vazio tão grande que só Deus pode preencher. É muito difícil imaginar o futuro sem minha mãe. Meu Deus! Socorro!!!!! Mãe, eu vou te amar pra sempre!!!Obrigada por tudo que você fez por mim... Noeme Gomes Viana, a melhor mãe do mundo... ... ...
    Anônimo said...
    É uma ferida que não se fecha mais..é uma mesa a qual sempre sobrará um lugar..é uma cabeceira de cama sem carinho, sem conselho... sem oração...sem sorriso...sem calor...é o início de uma ausência...de uma viagem sem volta...de uma passagem só de ida....é o fim do legado de um amor maior, puro e verdadeiro......

    Luiz Fernando.....3 meses sem minha mãe....
    estofasil said...
    Muito bom o texto

    É triste quando perdemos a pessoa a quem mais queremos dar orgulho ... tinha uma vida que nao me orgulhava , andei nisso um ano ate que a minha mae me arranjou trabalho na fabrica que ela trabalhava ... apenas foi por ela me dizer a 3 meses que sonhava que era preso .
    Comecei a tirar a carta , deixei o trafico , passado 2 semanas a pessoa que mais amo morre me de madrugada nos braços ...
    Continuo a trabalhar no mesmo sitio , mas todos os dias olhar para o sitio que ela estava e estar la outra pessoa da me uma raiva enorme ... a minha mae sempre foi a minha melhor amiga , sabia tudo sobre mim , mas eu sempre lhe dei desgostos ate ao 18 anos , á dois anos que tínhamos uma relação espectacular , vivíamos só os dois na mesma casa o meu pai esta no estrangeiro, controlávamos vem as coisas éramos felizes . Agora a casa é vazia , triste , já não á aquela voz carinhosa as 6 a dizer "Miguel acorda esta na hora" agora á o típico despertador que desperta a dor em mim .

    Por vezes apetece me deitar tudo a perder , deixar o trabalho ... mas depois lembro me que o que ela mais quer é siga a minha vida em frente.
    Tudo que faço e que irei fazer é dedicado a ela .
    Não vale apena nos revoltarmos com a vida quando se perde um avo , uma tia , uma amigo , ate quando quem vai é a mae ou o pai ...

    Tenho 20 anos , pensava que ia ter a minha mae durante muitos mais anos.
    estofasil said...
    Muito bom o texto

    É triste quando perdemos a pessoa a quem mais queremos dar orgulho ... tinha uma vida que nao me orgulhava , andei nisso um ano ate que a minha mae me arranjou trabalho na fabrica que ela trabalhava ... apenas foi por ela me dizer a 3 meses que sonhava que era preso .
    Comecei a tirar a carta , deixei o trafico , passado 2 semanas a pessoa que mais amo morre me de madrugada nos braços ...
    Continuo a trabalhar no mesmo sitio , mas todos os dias olhar para o sitio que ela estava e estar la outra pessoa da me uma raiva enorme ... a minha mae sempre foi a minha melhor amiga , sabia tudo sobre mim , mas eu sempre lhe dei desgostos ate ao 18 anos , á dois anos que tínhamos uma relação espectacular , vivíamos só os dois na mesma casa o meu pai esta no estrangeiro, controlávamos vem as coisas éramos felizes . Agora a casa é vazia , triste , já não á aquela voz carinhosa as 6 a dizer "Miguel acorda esta na hora" agora á o típico despertador que desperta a dor em mim .

    Por vezes apetece me deitar tudo a perder , deixar o trabalho ... mas depois lembro me que o que ela mais quer é siga a minha vida em frente.
    Tudo que faço e que irei fazer é dedicado a ela .
    Não vale apena nos revoltarmos com a vida quando se perde um avo , uma tia , uma amigo , ate quando quem vai é a mae ou o pai ...

    Tenho 20 anos , pensava que ia ter a minha mae durante muitos mais anos.
    Anônimo said...
    HOJE...MAIS DE UM ANO DEPOIS, NÃO CONSIGO MAIS ME RECONHECER, SOU ESTRANHA PRA MIM MESMA, AS PESSOAS DE MINHA FAMÍLIA ME PARECEM SOMBRAS LONGÍQUAS, ME ESFORÇO PARA SENTIR ALGUMA COISA POR ALGUÉM, BUSCO DENTRO DE MIM E NÃO ENCONTRO NADA, SÓ A CALMARIA DE UM DESERTO SECO, NÃO SINTO MAIS AQUELA TRISTEZA DESESPERADA, MAS VIVO O VAZIO DO UNIVERSO, NÃO SINTO NADA POR NINGUÉM, TODAS AS COISAS TANTO FAZ, ESTOU SÓ CUMPRINDO UM TEMPO QUE DEUS DETERMINOU PRA MIM, AS VEZES SUSPIRO PROFUNDAMENTE NA ESPERANÇA DE DESCANSAR A ALMA EXAUSTA, GOSTO DE FICAR SOZINHA CADA DIA MAIS, ME SINTO FLUTUANTE, UMA ESTRANGEIRA NUMA TERRA DISTANTE, QUE PERDEU O RUMO MAS AINDA INSISTE EM SEGUIR EM FRENTE PARA QUE OS OUTROS NÃO NOTEM MEU DESALENTO, MÃE HOJE EU AINDA SINTO SAUDADE, MAS UMA SAUDADE DIFERENTE, JÁ NÃO ME AFOGO MAIS EM LÁGRIMAS, MAS ME ESCONDO ENTRE AS PEDRAS DA VIDA, SAUDADE... NÃO VOU ACEITAR NUNCA, EU QUE TE AMAVA TANTO, NÃO PUDE NEM TE TOCAR, SAI DAQUI CHEIA DE ESPERANÇA DE TE REENCONTRAR, E É COMO SE TIVESSE ENCONTRADO PELO CAMINHO UM VULCÃO, UM FURACÃO, SOBREVIVI A ELES, MAS O QUE SOBROU DEPOIS DA TEMPESTADE, NEM EU MESMO RECONHEÇO, É UMA ESTRADA SOLITÁRIA, COMO A LUA OLHA PRO MAR, SEM JAMAIS PODER BEIJA-LO, EU LEMBRO VOCÊ, SEM JAMAIS PODER TOCA-LA, MAS O VERDADEIRO AMOR É ASSIM, SOLITÁRIO,RENASCE POR VEZES ENQUANTO O DIA SE CONFUNDE COM MINHAS NOITES, JÁ QUE AGORA TANTO FAZ, SE É DIA..OU SE NOITE...DE DIA COMPONHO UM PERSONAGEM PRA PODER CUMPRIR O MEU PAPÉL DE MÃE, BEM NO FINALZINHO DA TARDE ELEVO MEU OLHAR AO CÉU PROCURANDO ALGO OU UMA RESPOSTA NA IMENSIDÃO DO INFINITO, RESPIRO O AR DAS ÁRVORES E VEJO CHEGAR A NOITE, ONDE ADORMEÇO MAIS CEDO NA ESPERANÇA DE DIMINUIR A MINHA DOR. MINHA QUERIDA MÃE LUIZA, TE AMO DEMAIS, ATÉ DEPOIS QUE NÃO SOBROU MAIS NADA, MESMO AGORA QUE JÁ PARTISTE...
    doce mel said...
    Eu perdi minha mãe no dia 8/11/2013 minha mãe era a pessoa mais maravilhosa deste mundo ela tinha sempre uma palavra de consolo ,animo ,carinho minha mãezinha era tudo pra mim , Não sei como será minha vida daqui pra frente sei que tenho que seguir pois ela seguiu quando perdeu minha avó,Olho para os lados e não vejo nada além da ausência da pessoa mais importante da minha vida,Queria que o tempo voltasse para ter um carinho uma palavra amiga ou simplesmente poder olhar pra ela ou ligar e dizer como eu sempre dizia mãezinha eu te amo muito muito muito e mais um pouco sempre falei pra minha mãe o quanto eu a amo e tudo que ele significa pra mim.Sei que ela está presente em cada segundo da minha vida.E está saudade e muito forte e as vezes penso que não vou suportar.Mais me lembro de todos os seus conselhos e busco força em Deus para seguir,Minha mãezinha querida Zilda um presente de Deus em minha vida.Agradeço a ele todos os dias por ter me dado a honra de ter esta mãe maravilhosa em meus 47 anos de vida.Ela partiu e está ao lado de Deus cuidando de mim e dos meus irmãos.Ela partiu no dia do aniversário de meu pai a quem ela amava muito e sentia sua falta a 3 anos.Ela sempre sofria sentindo falta do meu amado paizinho.Agora eles estão juntos na eternidade e meu consolo e que um dia os verei novamente .Te amo pra sempre minha linda mãezinha.
    July Gomes said...
    Perdi minha mãe há quase duas semanas.E por mais que eu tente seguir a vida ainda dói,parece errado sorrir,quando eu não tenho quem eu mais me preocupava.Ela não esta aqui,não da para acreditar.Encontro forças para levantar da certeza que de algum lugar ela esta me vendo, esta bem e quer que eu fique bem.Me sinto culpada,sinto que tinha que ter feito algo,mas o que?Ela estava bem ,passou mal e foi para o hospital, de sábado para domingo faleceu.Sempre vou me lembrar.
    Romulo Henrique said...
    Perdi Minha Mãe Numa Sexta Feira Quase Chegando Natal Elá Morreu De cançer Até Hoje Sinto Saudade Dela Faz 1 ano e 6 meses Vai fazer 7 em dezembro Minha mãe pra Min elá era um diva Eu Amo ela Até Hoje Perdi ela com 11 Anos Agr tenho 12 Vou Fazer 13 :'(
    Anônimo said...
    A falta é realmente grande, afinal esse foi o único amor verdadeiro q tive nessa vida. Foi no dia 25/05/2005 q ela se foi para sempre, ainda doí, mais já doeu muito mais, me transformei em outra pessoa. Ñ tenho sonhos, ñ tenho vontade de ter filhos, ñ quero q passem por isso, estou tentando reaprender a viver sem ela todos os dias, espero q eu consiga.
    mirian nunes said...
    boa tarde p todos
    faz umas 2 semanas que perdi minha mãe ela morreu de infarto fuminante foi de segunda feira p madrugada de terça feira foi tudo muito rapido ela morreu em casa no braços do meu irmão ela sentia muita falta de ar e disse p meu irmão que não ia aguentar desmaiou i meu irmão tentou de tudo fez massagem fez respiração boca boca i nada quando chegou ao hospital o medico disse que ela morreu em casa chorei muito ta sendo muito dificil p mim viver sem ela quero minha mãe comigo ela sempre foi tudo p mim minha ração de viver saudades mãe te amo de mais nunca vou te esquecer

Post a Comment



Postagem mais recente Postagem mais antiga Início

Comentários Recentes